Exibindo 1–12 de 14 resultados

Filtro»

Aldir Mendes

Pintor, desenhista, escultor e gravador.
Formou-se pela Escola Paulista de Medicina (EPM) em 1964, especializando-se em cirurgia plástica. Autodidata em pintura, começou a expor no início da década de 1960, desenvolvendo paralelamente as carreiras de médico e de artista. Defendeu sua tese de doutorado em medicina pela Universidade de São Paulo (USP), em 1966. A partir de 1969, o cafeeiro e o cafezal tornam-se assuntos constantes em sua produção. Nos anos 1970, realizou pinturas que fazem referências à cidade se expandindo em direção ao campo. Nessa mesma década, atuou como roteirista e diretor de cinema, realizando curtas, médias e longa-metragens.
Em 1992, Souza comemorou 30 anos de pintura com exposição no Paço das Artes, em São Paulo. No mesmo ano, na Itália, publicou Geometrie Parlanti [Geometrias Falantes], livro sobre sua obra que conta com textos de críticos italianos e com um poema de Haroldo de Campos (1929-2003), escrito com base na obra de Souza especialmente para essa publicação. Desde o início da década de 1980 são lançados vários livros que analisam sua trajetória artística, como Aldir – Obsessão pela Cor, da autoria dos críticos Frederico Morais e Olívio Tavares de Araújo.